MENU
EMBOLIZAÇÃO TERAPÊUTICA

EMBOLIZAÇÃO TERAPÊUTICA

A terapia por embolização nada mais é do que a obstrução da circulação (entupimento), realizada de forma intencional, ou seja, provocada, tornando-se, desse modo, uma solução cirúrgica, minimamente invasiva, para algumas doenças vasculares, de forma que o procedimento é realizado por cateterismo, pela virilha ou pelo braço.

Desse modo, a embolização vai impedir a continuidade da irrigação sanguínea em áreas em que ela se tornou inadequada, como por exemplo, algumas doenças que podem exigir que o médico realize esta intervenção são os aneurismas viscerais e cerebrais, hemangiomas, fístulas e outras malformações arteriovenosas (MAVs), tumores vasculares e miomas, hemorragias gastrointestinais, entre outros.

Procedimento

O procedimento de embolização se dá por meio de um cateter que, após acesso pela virilha ou braço, chega onde a doença está e leva o material específico para a realização da intervenção no ponto exato, dessa forma, dentre esses materiais utilizados para a intervenção cirúrgica minimamente invasiva, estão: colas, gelatinas absorvíveis, molas, micromolas, micropartículas, microesferas, polímeros (Onyx®️/Phil®️) – estas últimas, resultado da evolução da nanotecnologia.

Destacamos as principais aplicações da emboloterapia (embolização percutânea):

- Miomas uterinos
- Malformações vasculares
- Varizes pélvicas
- Aneurismas saculares
- Fístulas arteriovenosas
- Varicocele
- Hemorragias (sangramentos nasais, intestinais, após traumas e outros)
- Vazamentos de endopróteses
- Câncer de fígado
- Hiperplasia prostática

Desse modo, considerando-se o avanço biotecnológico, tecnológico e científico nas diversas áreas da saúde, dentre elas a cirurgia vascular, endovascular e angiorradiologia, são realizadas cirurgias de alta precisão, em casos extremamente graves e de risco para o paciente, de forma minimamente invasiva, por meio de microcatéteres superseletivos, feitos especialmente para chegar às áreas de microcirculação, aumentando, assim, a eficácia dos resultados nos procedimentos.

Diante disso, a cirurgia vascular, endovascular e angiorradiologia passaram a contribuir, de forma significativa, com outras especialidades que demandam esse tipo de intervenção, como por exemplo: oncologia; ginecologia, miomas uterinos; doenças gastrointestinais (para casos de sangramentos incoercíveis por varizes esofágicas, gastrites e úlceras hemorrágicas); entre outras.

Outro fator importante é o tempo de internação do paciente, que, geralmente, costuma variar entre 24 e 48 horas, bem como, a ausência de cicatriz, por pequenas incisões na pele e menor trauma, que, por si, já justificam essa rapidez.

Faz bem cuidar da saúde. E nós te ajudamos com isso.

Dr. Fábio Augusto Cypreste Oliveira
CRM/GO 14.474-GO | RQE 6991 | 6992 | 7034 | 8147
Médico, Cirurgião Vascular, Endovascular e Angiorradiologista
Ecografia Vascular com Doppler
Fonte: https://www.sbacv.org.br/
http://www.sobrice.org.br/

Pré agendar exame

Preencha todos os campos
Escreva seu nome
Escreva seu email
Escreva seu telefone
Escreva sua mensagem

Contato

Horários de atendimento

Seg à Sex - 8h às 18h
Para atendimento em dias e horários especiais
(somente unidade Órion Business) entre em contato nos telefones acima.