MENU
Covid-19 - Manifestações Cutâneas

Covid-19 - Manifestações Cutâneas

A pele é o maior órgão do corpo humano e pode manifestar alterações relacionadas às doenças infectocontagiosas. Em países tropicais como o Brasil, várias doenças infeciosas se apresentam com alterações da pele, dentre elas: dengue, zika, chikungunya, febre amarela, sarampo, escarlatina, doença de Chagas, tuberculose, sífilis, hanseníase, micoses profundas, leishmaniose e outras, entretanto, na literatura médica atual, a doença pode causar manifestações cutâneas da Covid-19, podendo ainda, causar alterações cutâneas e ser confundida com outras patologias.

Conforme as alterações na pele até o momento descritas em pacientes com Covid-19 incluem: erupção cutânea purpúrico petequial, “rash” cutâneo eritematoso, urticária e vesículas, no entando ainda não há um consenso quanto a manifestação característica ou exclusiva do novo Coronavírus na pele.

De acordo com estudo realizado pelo médico espanhol Ignacio Garcia-Doval, as erupções analisadas em pacientes portadores da covid-19 tendiam a aparecer em pessoas mais jovens e duravam vários dias, todavia, a surpresa foi a variedade de erupções cutâneas com a nova doença.

Em suma, a forma mais comum de erupção cutânea eram as maculo-papular – pequenas brotoejas avermelhadas e achatadas ou elevadas que tendem a aparecer no torso.

No levantamento feito pelo pesquisador, as manifestações cutâneas por Covid-19 mais recorrentes foram:

- Lesões assimétricas, semelhantes a frieiras, ao redor das mãos e pés, que podem causar coceira ou dor. Geralmente encontradas em pacientes mais jovens, duraram em média 12 dias, apareceram mais tarde no curso da doença e foram associadas a infecções leves. Representaram 19% dos casos.

- Pequenas bolhas, muitas vezes acompanhadas de coceira, encontradas no dorso e nos membros. Mais incidentes em pacientes de meia idade, duraram cerca de 10 dias e apareceram antes de outros sintomas. (9%)

- Áreas de pele rosadas ou brancas que pareciam comichões acompanhadas de coceira. Principalmente no corpo, mas às vezes nas palmas das mãos. (19%)

- Maculo-pápulas, pequenas protuberâncias vermelhas achatadas e elevadas. Representaram 47% dos casos. Duraram cerca de sete dias e apareceram ao mesmo tempo que outros sintomas, mas tendiam a ser observados em pacientes com infecções mais graves.

- Livedo (também conhecido como necrose) esteve presente em 6% dos casos. A pele parecia vermelha ou azul, com um padrão semelhante ao de redes. Representa um sinal de má circulação sanguínea. Apareceu em pacientes mais velhos com doença grave.

O artigo foi revisado e publicado na revista científica British Journal of Dermatology e tem como objetivo ajudar a construir uma compreensão mais ampla de como a infecção por covid-19 pode afetar as pessoas.

Por fim, a Academia Americana de Determatologia também está compilando um registro de sintomas de pele observados por seus membros.

Faz bem cuidar da saúde. E nós te ajudamos com isso.

Dra. Juliana Caetano Barreto
CRM/GO 15.391-GO | RQE 10493
Médica Infectologista
Fonte: British Journal of Dermatology 2020
https://www.bbc.com/portuguese/geral-52528275